Seu nome no rótulo de um vinho Hospices de Beaune da safra 2020! Saiba como…

160° Leilão Anual dos Hospices de Beaune

O ano de 2020 ficou para história. Tudo mudou, se adaptou ou foi interrompido. Inclusive o mundo do vinho. O consumo mundial aumentou, novos consumidores surgiram, a informação se tornou mais acessível, degustações e salões profissionais foram cancelados e a Borgonha sentiu esse impacto.  Muitas pessoas durante esse ano passaram a conhecer a Borgonha através da internet no conforto das suas casas e para quem chegou agora vamos apresentar para vocês o mais tradicional evento de leilão de vinhos da Borgonha: a Ventes des Vins des Hospices de Beaune.

Em nosso site temos dois textos diferentes sobre esse evento e você pode acessá-los clicando aqui e aqui. Mas o por que esse evento é tão importante e por que atrai tanta atenção? 

O leilão se chama “A Venda de Vinhos dos Hospices de Beaune”, é um evento 100% de caridade desde o seu início em 1859. O Hospices de Beaune é hoje um museu, mas quando foi inaugurado no século XV pelo Nicolas Rolin e por sua esposa Guigone de Salins era para ser “um local de repouso para os doentes pobres”. Funcionando como um hospital, uma Santa Casa, desde a sua inauguração até o século XX, e sendo operado pelas freiras enfermeiras que dedicavam as suas vidas aos doentes, o Hospices de Beaune sobreviveu às terríveis guerras, crises econômicas, políticas e agora sanitária. Tudo graças ao espírito benevolente da entidade que durante anos e anos recebeu doações de produtores locais como forma de agradecimento pelo cuidado aos enfermos e população local. 

O resultado dessas doações são aproximadamente 60 hectares de vinhas entre a Côte d’Or e as vinhas de Mâcon. E a partir desses hectares o Hospices de Beaune produz o seu próprio vinho tinto e branco das apelações Village, Premier Cru e Grand Cru que são leiloados dentro das suas peças de barris anualmente no leilão dos Hospices de Beaune, que acontece todo 3° domingo de novembro, exceto esse ano quando foi adiado para o dia 13 dezembro de 2020, por causa das restrições sanitárias do novo confinamento francês.

A renda do leilão é revertida para o hospital público moderno da cidade de Beaune e a peça de barril chamada de Pièce des Présidents – que todo ano é um vinho de uma parcela diferente – é revertida à uma instituição de caridade francesa. Sendo assim, esse leilão é considerado o evento mais importante da região, um dos mais conhecidos no mundo do vinho e marca também o término da safra vigente.  

Esse ano de 2020 em caráter de exceção a venda da peça do barril chamado de Pièce des Présidents, que será um Grand Cru Clos de La Roche, não será revertida a uma instituição de caridade, mas sim aos funcionários dos hospitais franceses e suas famílias que foram atacados pela epidemia do Covid-19. Uma atitude nobre nesse momento de honrar essas pessoas que sofreram e se dedicam sem descanso desde o começo da epidemia em fevereiro.

Para tornar a Pièce des Présidents mais especial, o Château de Chambord localizado no Val de Loire, resolveu fazer uma parceria com o Hospices de Beaune e utilizou a madeira de carvalho da sua floresta de Chambord, classificada como monumento histórico, para fazer o barril da Pièce des Présidents. As florestas francesas de onde são utilizadas as madeiras de carvalho para fazer barris de vinhos, são todas de reflorestamento e protegidas pela lei. 

Com safras desde 2015, você encontra quase 50 diferentes cuveés do tradicional leilão Hospices de Beaune disponíveis para venda em nossa loja em São Paulo. A compra pode ser desde uma única garrafa até uma ou mais caixas. Também colocamos à disposição um serviço especial para os amantes da tradição: a personalização dos rótulos, com seu nome, da sua família ou da sua empresa. 

Para isso o pedido deve ser de no mínimo 6 garrafas de vinhos da mesma apelação, garrafas iguais, com seu nome completo até no máximo 6 meses após o leilão., que neste ano acontecerá dia 13/12/2020. Após o leilão, a barrica do vinho passa pelo processo de envelhecimento que pode durar 2 anos ou mais, o armazenamento sempre é feito em barris de carvalho francês nas caves de dois Vignerons parceiros autorizados pelo Hospices de Beaune.

O processo de engarrafamento dos vinhos é feito à mão e por gravidade, sem o uso de máquinas. Escolhemos as rolhas de cortiça de um fornecedor Premium na Espanha e por fim selamos a garrafa à mão com cera quente (para os vinhos brancos, garrafas Magnum e Jeroboam). Para concluir esse trabalho fino e delicado, os rótulos são impressos em papel de alta qualidade dos Hospices de Beaune, com os dados da apelação e cuvée, o nome da vinícola que o envelheceu nos barris e o seu nome personalizando a garrafa, o comprador e grande apreciador de tudo que envolve o Hospices de Beaune e a Borgonha.

O trabalho de finalização do vinho é monitorado pela entidade do Hospices de Beaune, que exige a numeração de suas garrafas em todas as etiquetas, garantindo a qualidade e boa procedência.

Acompanhe nesta semana mais informações sobre o 160º Leilão de Vinhos dos Hospices de Beaune que acontecerá no próximo domingo dia 13 de dezembro, onde estaremos mais uma vez participando ativamente do leilão diretamente da cidade de Beaune na Borgonha.

Santé!

FILTROS DE BUSCA

  • TIPO

  • REGIÃO

  • PRODUTOR

  • UVA

  • SAFRA

  • ORDENAÇÃO

  • Limpar filtros