A importância da reciclagem das garrafas de vinho

A importância da reciclagem das garrafas de vinho

Assim como outros materiais muito utilizados em nosso cotidiano, as garrafas de vinho não se decompõem facilmente na natureza. O vidro, se descartado incorretamente, demora até 4.000 anos para se decompor na natureza. Logo, observa-se o quão necessário é a reciclagem de garrafas de vinho para o meio ambiente.

Segundo estimativa da Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe), cada brasileiro produz, em média, 387 kg de lixo por ano. De todo resíduo produzido, apenas 3% é efetivamente reciclado.

Nós, como consumidores, devemos buscar alternativas viáveis para que as garrafas sejam reutilizadas ou recicladas. Um quilo de vidro quebrado dá origem a exatamente um quilo de vidro novo, e a maior vantagem é que o vidro pode ser reciclado infinitas vezes.

Veja neste artigo como e onde reciclar o vidro.

 

Benefícios da reciclagem

O Brasil produz, em média, 980 mil toneladas de embalagens de vidro por ano, usando cerca de 45% de matéria prima reciclada na forma de cacos. Parte deles foi gerada como refugo nas fábricas e parte retornou por meio da coleta seletiva.

De acordo com o IBEA (Instituto Brasileiro de Engenharia Arquitetura e Proteção Ambiental), de todo o lixo que produzimos atualmente no país, 13% é somente vidro.

Ainda de acordo com o instituto, se descartado incorretamente, esse material pode permanecer por até 4.000 anos na natureza. Logo, observa-se quão necessário é a reciclagem de garrafas de vinho para o meio ambiente.

Com exatamente 1 quilo de cacos de vidro usado é possível produzir cerca de 1 quilo de vidro novo destinado a uma nova garrafa. O grande benefício da reciclagem de vidro é que com ela é possível poupar o uso de matéria prima nova para fazer basicamente o mesmo produto.

Para além disso, com a mesma quantidade de cacos de vidro é possível também produzir energia suficiente para fazer funcionar uma lâmpada de 100 watts por até quatro horas seguidas.

 

Tipos de vidros e como eles são feitos

Existem no mercado diversas composições de vidro para distintas finalidades. Entretanto, a maioria das garrafas de vinho são fabricadas em materiais como o vidro âmbar ou em garrafas verdes.

 

Como reciclar vidro

Para que a reciclagem aconteça, é necessário que antes que seja feito o descarte correto das garrafas. Por isso, ao separar as garrafas de vinho de outros objetos, coloque-as sempre protegidas em caixas de papelão.

Caso uma das garrafas tenha sido quebrada acidentalmente, é necessário tomar alguns cuidados especiais com esse material. Embrulhe os cacos com jornal ou papelão e não se esqueça de manter o material identificado e separado dos demais resíduos para reciclagem.

Assim você evitará que acidentes ocorram tanto com você que está manuseando o material, como também com as pessoas que farão a coleta e descarte correto dos cacos de vidro.

 

Onde reciclar ?

Em São Paulo, existem duas empresas coletoras de material reciclável. São elas a Loga e a Ecourbis, ambas prestadoras de serviço para a prefeitura da cidade de São Paulo.

Caso você queira saber os dias e horários de coleta de material reciclado em sua residência, acesse o site da Ecourbis, se você estiver nas regiões Leste e Sul. Se você estiver na regiões Oeste, Norte e Centro, acesse o site da Loga.

Ainda é possível ligar para Prefeitura de São Paulo no número 156 ou acessar o Portal156, caso você precise de mais informações.

Para além das empresas prestadoras de serviço para a capital paulistana, é possível ainda fazer o descarte correto de suas garrafas ao contatar associações e cooperativas de catadores certificadas pela Autoridade Municipal de Limpeza Urbana (Amlurb). Indicamos o aplicativo Cataki ou Molécoola.

A reciclagem de vidro no Brasil cresce a cada ano. Atualmente, cerca de 40% do vidro produzido é reciclado. O país produz, em média, 980 mil toneladas de embalagens de vidro por ano, utilizando cerca de 45% da matéria prima na forma de cacos de vidros.

Procure o ponto de coleta mais próximo da sua casa. Além dos coletores dispostos na rua, existem as cooperativas de reciclagem, pontos de entrega voluntária (PEVs), supermercados e locais de venda de produtos que encaminham garrafas de vidro para a reciclagem.

 

Etapas do processo de reciclagem de vidro

Após ser feita a coleta por uma das equipes especializadas que vimos acima, o vidro passa por diversas etapas para ser reciclado.

A primeira delas é a fase de separação, em que o vidro é separado de acordo com a sua composição e espessura. Após ser realizado esse procedimento é feita a lavagem do material para que assim sejam retiradas todas as impurezas e resíduos indesejados.

Logo após, o vidro passa pela etapa de trituração em que é reduzido a micro pedaços com a finalidade de ser submetido a uma temperatura elevadíssima e derretido para a última etapa do processo de reciclagem.

O material derretido é por fim moldado com o objetivo que se propõem para sua reutilização. Assim como dissemos anteriormente, é possível fazer com que 1 quilo de micro pedaços de vidro se transformem em 1 quilo de vidro totalmente novo. Desse modo é feita a reutilização do material.

 

A importância da reciclagem das garrafas de vinho

Neste artigo nós vimos qual a importância da reciclagem de garrafas de vinho.

Começamos pelos benefícios da reciclagem e os tipos de vidro utilizados nas garrafas de vinho. Além disso, vimos também como realizar o descarte correto do material e quais são as etapas de reciclagem.

Com isso, queremos mostrar que: é imprescindível realizar a reciclagem de garrafas de vinho de forma correta. Pois assim, evitaremos prejuízos maiores à natureza.
Se você deseja entender mais sobre vinhos. Desde o seu armazenamento até os melhores vinhos para adquirir para sua coleção, não deixe de acessar outros artigos do nosso site.

FILTROS DE BUSCA

  • TIPO

  • REGIÃO

  • PRODUTOR

  • UVA

  • SAFRA

  • ORDENAÇÃO

  • Limpar filtros